0
Entre em contato info@fitzz.com.br
Ligue para nós (48) 99110-8989
Acessar minha conta
  • HOME
  • CATÁLOGO
  • PERGUNTAS FREQUENTES
  • CONTATO
  • BLOG
  • Braço de torque: como saber se é necessário e qual é compatível com sua bike?

    Um braço de torque é recomendado para instalações de motores de cubo dianteiro para qualquer instalação feita em garfos de alumínio ou de carbono, ou para motor de cubo dianteiro ou traseiro de 500 watts ou mais (com controlador de 20A ou 25A pico), salvo em quadro bem robusto.

    Garfo de alumínio com motor de 350 watts quebra em 5% de casos, se não usar o braço de torque. A quebra não costuma colocar em perigo o ciclista, porque acontece no arranque do zero.

    Os braços de torque são usados para evitar a rotação do eixo que é suposto ficar bem preso fixo, atrás no quadro ou na frente no garfo. O torque de um motor que leva a bike inteira para frente, tem seu torque de tamanho igual e sentido oposto nos pontos de fixação do eixo, que são pontos de pequena dimensão. Com motores mais fortes, quadros mais fracos, ou material de quadro ou garfo mais fraco do que aço, é aconselhado instalar um braço de torque.

    Os braços de torque são usados ​​para evitar a rotação do eixo em motores de cubo. Quando um motor de cubo é acionado em funcionamento, para todo o torque que o motor gera girando uma roda para frente, há um torque igual e oposto no eixo fazendo com que ele gire para trás.

    Na maioria dos motores de cubo de bicicleta elétrica, o eixo é usinado com planos em ambos os lados que se encaixam no slot de saída e fornecem alguma medida de suporte contra rotação. Em muitos casos isso é suficiente.

    No entanto, em sistemas de alta potência que geram muito torque, ou em configurações com dropouts (gancheira) fracos, as forças presentes podem exceder a resistência do material e forçar a abertura do dropout (gancheira). Quando isso acontece, o eixo gira livremente, envolvendo e cortando os cabos do motor e potencialmente fazendo com que a roda caia para fora da bicicleta.

    Para dar uma noção da magnitude dessas forças, um motor de cubo com um eixo de 10 mm gerando 40 Nm de torque exercerá uma força de espalhamento de pouco menos de 1000 lb em cada dropout.

    Um braço de torque é uma peça separada de metal presa ao eixo que pode receber esse torque do eixo e transferi-lo ainda mais para cima no quadro, aliviando assim o próprio dropout de todas as tensões.

    Existem inúmeros estilos e geometrias únicas de garfo de bicicleta e área de dropout (gancheira), então um dos desafios para nós foi projetar um dispositivo que acomode pelo menos a grande maioria deles sem muita personalização. Nossa solução para isso tem sido uma abordagem exclusiva de 2 modelos para motor de cubo dianteiro e 2 modelos para motores de cubo traseiro, que oferece a flexibilidade necessária para ajustar a ampla variedade de ângulos de saída e locais de tubo sem comprometer a capacidade anti-rotação.

    Confira:

    Seu carrinho 0 itens

    Carrinho vazio