0
Entre em contato info@fitzz.com.br
Ligue para nós (48) 99110-8989
Acessar minha conta
  • HOME
  • CATÁLOGO
  • PERGUNTAS FREQUENTES
  • CONTATO
  • BLOG
  • Guia para pedalar em dias de chuva

    A imagem mostra dois ciclistas pedalando por uma cidade europeia debaixo de chuva pesada. O ciclista em primeiro plano na fotografia pedala uma bicicleta cinza, modelo urbano, e se protege da chuva com um guarda-chuva verde. Já o segundo ciclista, mais ao fundo, veste uma capa de chuva preta, e pedala uma bicicleta também num modelo urbano.
    Foto por Sven Brandsma em Unsplash

    Pedalar na chuva não é uma experiência muito agradável, mas às vezes pode ser necessário. O tempo é imprevisível, e muda sem dar aviso, o que pode nos deixar em algumas enrascadas! Além disso, tem algumas algumas semanas em que o clima simplesmente não dá trégua e a gente fica forçado a se molhar quando sai de casa como nosso meio de transporte favorito – a bicicleta.

    Mas não precisa se preocupar! Pensando nesses dias de tempo ruim que são tão comuns aqui em Florianópolis e em outros lugares do Brasil, a gente reuniu algumas dicas para você se deslocar de bicicleta na chuva com segurança, sem se preocupar em ficar resfriado depois!

    Use capa de chuva

    É bem difícil usar um guarda-chuva enquanto se pedala. Contar com apenas uma mão no guidão para guiar a bicicleta e freiar quando necessário pode ser um pouco perigoso – ainda mais ao pedalar em dias de chuva! Por isso, o ideal é usar uma capa de chuva, para ter as duas mão sempre no guidão. Existem alguns modelos de capa de chuva que são específicos para uso no ciclismo, no modelo “poncho”. Essas capas possuem aberturas laterais, e podem ser colocadas por cima do guidão, protegendo os braços e as mãos da águas, e permitindo que o ar circule. Elas são ideais para usar em cima de uma bicicleta!

    Coloque paralamas em sua bicicleta

    Muitas vezes o problema é a água que está no chão, e não que cai do céu nos dias de chuva. A água que fica empoçada no asfalto com frequência adere aos pneus, e acaba respingando no ciclista. Todo mundo já ficou com as costas marcadas de água suja e sabe que não é uma situação agradável. No entanto, há uma saída para esse perrengue: os paralamas. Esses componentes protegem os pneus, e impedem que a água do chão respingue em você. Além disso, eles também dão um charme a mais na bicicleta, especialmente os modelos mais urbanos.

    Coloque seus pertences dentro de sacolas plásticas na mochila

    Não é a apenas o ciclista que pode se molhar ao pedalar em dias de chuva! A mochila também fica bem vulnerável, e muitas coisas podem ficar encharcadas se não prestamos atenção. Por isso, é muito importante proteger tudo que carregamos. Para isso, caso sua mochila não seja impermeável, procure colocar tudo dentro de sacolas plásticas. Desse jeito, se a sua mochila molhar, pelo menos suas coisas estarão protegidas. Além disso, existem algumas mochilas que vêm com capas de chuva integradas, como alguns modelos feitos para trasnportar notebooks. Se você estiver disposto, pode procurar investir em modelos desse tipo!

    Mantenha os pés secos

    As vezes quando passamos por cima de poças, toda aquela água pode ir direto para nossos pés – encharcando os sapatos e o pior de tudo, as meias. Por isso, ao pedalar em dias de chuva, é muito interessante usar sapatos impermeáveis, como botas de borracha ou coturnos. Se você não tiver calçados desse tipo para usar, dá para improvisar uma solução. Basta amarrar sacolas nos pés de modo que eles fiquem protegidos, como os motoqueiros fazem!

    Leve uma muda de roupas extra

    É sempre melhor prevenir do que remediar, mas às vezes não tem escapatória. Se mesmo com todos esses cuidados você acabou se molhando no caminho, é bom ter uma muda de roupas extra na mochila. Desse modo, você pode se trocar assim que chegar no destino. É importante tirar as roupas molhadas o quanto antes, pois há um risco maior de se resfriar depois, quando a temperatura corporal começa a diminuir após o pedal.

    Tome cuidado na direção

    Com a pista molhada, é importante pedalar devagar para evitar acidentes! Evite frenagens bruscas, pois a pista pode estar escorregadia e você pode acabar perdendo o equilíbrio. Também procure sempre desviar de poças de água, pois elas podem esconder buracos, que são perigosos para você e para sua bicicleta – imagina ter que trocar um pneu na chuva? Além disso, é importante sinalizar aos motoristas onde você está e para onde irá quando estiver compartilhando a via com carros. Por isso, use sempre lanternas na bicicleta e sinalize mudanças de direção com os braços para evitar acidentes.  

    E o kit elétrico?

    O Kit Elétrico da Fitzz é resistente à água e pode e pegar chuva sem problemas, mas sempre é preciso tomar alguns cuidados. Apesar de ser resistente à água, o kit elétrico não é completamente imune a ela. É importante algumas atenções quando for pedalar com tempo ruim, como evitar poças que possam respingar água nos componentes, e cuidar dos contatos do sistema elétrico. 

    Além disso, quando chegar ao seu destino, é sempre importante remover a bateria e secar os contatos elétricos, estando sempre atento a sinais de oxidação nos componentes. Deve-se também cuidar com o armazenamento da bicicleta, guardá-la em local seco e longe das ações do tempo. Você pode conferir mais sobre os cuidados com os componentes elétricos no texto aqui do blog no post “bicicletas elétricas são prova d’água?”.

    Caso tenha alguma dúvida ou interesse em adquirir um Kit Fitzz para que seus perrengues de bicicleta em dias de chuva diminuam, entre em contato conosco! Ficamos felizes em ajudar.

    Texto por: Mateus Spiess

    Revisão por: Juliana Carvalho

    Seu carrinho 0 itens

    Carrinho vazio